31 de jul de 2009

Do dedim de prosa


Eu: Ele deu uma sumida, cumadi...
Cumadi mineira: Eeeee Valdivino*, bagre ensaboado!
Eu: Pois é... agora: o que fazer com um bagre ensaboado?! Alisar ou deixar escorrer? Ooooo, gente!
Cumadi mineira: Come, uai!
Eu: (...) Bagre tem espinho?
Cumadi mineira: E o que nessa vida que não tem, né, cumadi...
Eu: ...

*Pseudônimo tosco-mas-carinhoso.
** Essa conversa aconteceu há alguns dias, via mensagem de texto (sms).
*** À Flávia Tchê, cumadi de Uberaba-que-mora-em-Ribeirão-Preto... (rs), amiga até nas madrugadas insones.

#bjomemandaSms
#bjomeliga
#bjometwitta

21 comentários:

Mariana disse...

E o que nessa vida nao tem, né?

Beijossss

Leonardo Campos disse...

Eita criatividade sem limites. muito boa.

renata disse...

e não é?!!!
mas, o que seria da rosa, sem espinhos?

acho muito lindo!
um beijo!

fale com ela disse...

Bem isso, eita!
:)

Renata de Aragão Lopes disse...

Minas é uma delícia!
Grata pela homenagem!

PS: em Juiz de Fora,
não se fala uai! : )
E, a propósito,
acabei de postar
uma fotografia daqui!

Beijo doce de lira!

meus instantes e momentos disse...

gostei do teu blog. Muito.
Maurizio

Pedro Paulo disse...

Acabei de chegar de uma viagem e presenciei muitas filosofias do sertão, deste tipo. Foi bom relembrá-las a partir da sua conversa em SMS. hehe.

nina rizzi disse...

eu que vivi por tanto nessas bandas senti até o cheiro da gente.

gostei. beijo :)

Adriana Godoy disse...

Uma viagenzinha ao interior de Minas sempre faz bem. Esse povo tem sabedoria, aprenda, menina. Bj

Talita Prates disse...

Adriana, eu sou uma quase-mineira! rsrsrs... Cajuru é do ladinho... pertim da divisa... rs.
E eu falo bemmmmm carregado no mineirês! rs

Daniel disse...

E o que nessa vida que não tem espinho?!

Eis aí uma verdade.

É como minha vez certo dia me disse: "Aproveite os momentos bons porque os ruins vem em maioria".

Beijos

sopro, vento, ventania disse...

Talita,
Que blog bonito! Que foto maravilhosa! Que texto lindo! E que visita mais querida a sua em meu pequeno espaço. Obrigada.
Um beijo,
Cynthia

Nydia Bonetti disse...

Ai, que saudade das Gerais... Terra boa, povo "bão" demais da conta... :)
E que foto linda, Talita. Gostei muito daqui. Abraços.

Márcia(clarinha) disse...

Delícia de prosa, sábia e verdadeira...o que nessa vida não tem espinho? Uai! Maravilha...

lindo dia flor
beijos

SheLL ^^ disse...

Estou te seguindo ^^

Adriana disse...

Isso ta muito bão...

Rayanne disse...

ahahahahaha. Ótimo.
"e o que nessa vida não tem?"

Talita, que bom que gostou dos poemas.
Seja sempre bem vinda no Contratempo e no blog de sete!

Obrigada!

**Estrelas**

Luciano Fraga disse...

Sabedoria não tem fronteiras, nem escolhe ambientes .Abraço.

Marjorie Bier disse...

Caí sem querer no teu blog. E pretendo voltar!

Maria Paula Alvim disse...

que delícia o seu blog, Talita. Vou segui-lo, tá?

Julio César Carvalho disse...

Que prosa filosófica sô!!!
Bom demais!!! Coisas da madrugada... Cumadis filosofam em altas horas!!! hehehe
Bjão!!

 
;