30 de abr de 2009 8 Declarações de outras almas

Da Verdade



ESTATUTO DO HOMEM
(Ato Institucional Permanente)


Artigo I

Fica decretado que agora vale a verdade.
agora vale a vida,
e de mãos dadas,
marcharemos todos pela vida verdadeira.

(...)

Artigo V

Fica decretado que os homens
estão livres do jugo da mentira.
Nunca mais será preciso usar
a couraça do silêncio
nem a armadura de palavras.
O homem se sentará à mesa
com seu olhar limpo
porque a verdade passará a ser servida
antes da sobremesa.


Thiago de Mello
Santiago do Chile, abril de 1964


*Sou uma pessoa à procura da VERDADE. Da verdade que está em mim - em minhas percepções, conceitos, valores, lembranças, sentimentos e paixões, e da que encontro no meu relacionamento com o outro. O "outro" é quem me ajuda a desbravar esse caminho em busca da verdade. Quanto ele é necessário! E sempre acredito que o outro-comigo também a deseja! Por isso sempre acredito nas intenções desse outro (chegando mesmo à ingenuidade!?). E vou continuar acreditando. (Afinal, o que seria da vida sem o "encontro"?!)

Eu quero a verdade, sempre.
Custe o que custar.
Doa o que doer.
Que eu chore, se sofrer... Amanhã tem sol.
27 de abr de 2009 10 Declarações de outras almas

Da rima


Eu não gosto de rima.
A rima destoa da vida.
Quem já viu vida com rima?

Prefiro os sons estranhos,
chocantes,
as palavras inusitadas,
rebeldes.

Rima é inocente.
E o mundo é dos fortes.
(Que me perdoem os grandes autores
e os da rima admiradores -
mas fazer a palavra rimar
é como querer que, na vida,
tudo seja
como a gente pensa que deveria ser.)
Talita Prates
25 de abr de 2009 11 Declarações de outras almas

Eu só queria
todas as certezas do mundo.

Talita Prates

Foto: http://www.flickr.com/photos/viiveunaa1viida/3085986901/
1 Declarações de outras almas

Prêmio Top Blog




Quero agradecer a quem me indicou!
Quero agradecer a todos os "espiões" que têm acompanhado esse blog, e, mais do que isso, partilhado e me ajudado a escrever a história da minha alma.
Feliz... :D!
Paz.
22 de abr de 2009 9 Declarações de outras almas

Ambivalentes


Ambivalentes como nós, palavras preparam armadilhas ou abrem portas de sedução.
Embalam ou derrubam,
enredam em doces laços,
ou nos matam dolorosamente – como punhais.


Lya Luft, "Laços e Punhais" em Pensar é transgredir


Foto: http://www.flickr.com/photos/hammondsbabies/2664205063/
17 de abr de 2009 2 Declarações de outras almas

Oração

A sede de Verdade é a minha única oração. (Edith Stein)
12 de abr de 2009 2 Declarações de outras almas

Sem teus olhos

Quero apenas cinco coisas...
Primeiro é o amor sem fim.
A segunda é ver o Outono.
A terceira é o grave Inverno.
Em quarto lugar o Verão.
A quinta coisa são teus olhos.
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da Primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda
6 de abr de 2009 3 Declarações de outras almas

A tentação



Diante do crucifixo
Eu paro pálido tremendo:
“Já que és o verdadeiro filho de Deus
Desprega a humanidade desta cruz”.


Murilo Mendes. In: Poesia liberdade. Rio de Janeiro, Agir, 1947.

 
;