12 de abr de 2009

Sem teus olhos

Quero apenas cinco coisas...
Primeiro é o amor sem fim.
A segunda é ver o Outono.
A terceira é o grave Inverno.
Em quarto lugar o Verão.
A quinta coisa são teus olhos.
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da Primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda

2 comentários:

Eu sei que vou te amar disse...

Bela escolha de Neruda!
Sem teus olhos a vida seria sem luz, neles navego em mim!
Um beijo doce

Liz / Falando de tudo! disse...

"Não quero ser... sem que me olhes."
nossa, quanta coisa linda num poema so! excelente Pablo Neruda!
gostei daqui...

 
;