4 de out de 2009

Da feliz.idade




Há 27 anos
uma essência
existe em mim.

ou (?)

Há 27 anos
uma essência
crio em mim.











De todas as guerras,
a mais urgente é vencer a si mesmo,
construir a própria existência,
fazer a passagem
da dor incurável (angústia) à sábia aceitação,
da revolta violenta ao gentil convívio (inclusive e principalmente consigo mesmo),
do desespero infeliz a uma esperança plausível,
de uma transcendência irresponsável à fé (mínima) na própria capacidade de criação e redenção,
da existência alienada à liberdade responsável,
das pequenas respostas às grandes perguntas.
t. prates



"Lóri: uma das coisas que aprendi
é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer.
Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de
que nos empurra para a frente.
Foi o apesar de que me deu uma angústia
que, insatisfeita,
foi a criadora de minha própria vida".

"Mas existe um grande,
o maior obstáculo para eu ir adiante:
eu mesma.
Tenho sido a maior dificuldade no meu caminho.
É com enorme esforço que consigo me sobrepor a mim mesma.
(...) Sou um monte intransponível no meu próprio caminho.
Mas às vezes por uma palavra tua
ou por uma palavra lida,
de repente tudo se esclarece."

(Clarice Lispector,
'Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres')

São mitos de calendário
tanto o ontem como o agora,
e o teu aniversário
é um nascer a toda hora.
(Drummond)

31 comentários:

Talita Prates disse...

Ah, é dia 06, o dia mítico. Rs.

HSLO disse...

Amiga Talita,

Acredito que te todas as guerras urgente e dificil é construir a própria existência. Nossa..e como é.

Adorei o post...sobre tudo essa citação da Clarice Lispector...minha diva.


abraços


Hugo

bia martins disse...

Oiii flor...
adoro teu cantinho!
E é isso,
uma essência que existe,
mas que as vezes se dissolve
com tanta realidade...
Mas a gente nao desiste né?!

um bjo carinhoso pra vc! ^^

i ILÓGICO disse...

"É com enorme esforço que consigo me sobrepor a mim mesma."
é.....
tem uma frase que acho ótima:

os anos sabem coisas que os dias nem desconfiam.

espera em você. você pe otima companhia.....

Tiago F. Moralles disse...

Uma menininha.

marinaCavalcante disse...

Eis a mais complexa guerra... a de encontrar-se por completo. :)

Belo texto! Reflexões pertinentes...

um beijo e aguardo sua visita. =]

Dalva disse...

Talita,

o auto-conhecimento é um dom que vamos conseguindo ao longo do caminho e sobre o qual o tempo sempre atua a favor.

Boa semana!

Bjs.

Franzé Oliveira disse...

A adorei a sua feliz.idade.
Muito bacana as fotos.
Os textos bem escolhidos.
Enfim, elegante seu blog.

Bjos.

Ira Buscacio disse...

Talita,

Digo: Leva uma vida inteira pra gente se conhecer e no fim perguntamos: Quem é você, mesmo?

Adorei... as duas!

Boa semana, bjão

Adriana Karnal disse...

TAlita,
então parabéns por essa essência dos 27 anos, te acho uma poeta madura.Adoro teus poemas sempre inquietantes.Clarice e Drumond completam a festa.um bj grande

Nydia Bonetti disse...

Parabéns Talita. Pelo aniversário e pela escrita tão madura, tão consistente. Beijos.

renata disse...

é a virada de ciclo, o começo de outra primavera. o novo ano de dentro. amanhece bonita, amanhece!

beijocas estaladas!

marcelo disse...

Parabéns Talita!! Que você continue narrando para nós tuas viagens pelas dores e amores da vida. Passagens não existem, ninguém está fora desse trem.
Beijão e uma idade feliz!

Lara Amaral disse...

O que vc disse é o que se passa em nossas cabeças que interpretam a vida como obra poética. Principalmente quando vai chegando o nosso dia. Parabéns, moça! Beijos!

Ni ... disse...

Que ainda venham muitas idades felizes...

Beijo

Ricardo Valente disse...

Sábio... e bonito!
Beijo!

líria porto disse...

oi, talita - obrigada pela tua visita ao meu blog, pelo passeio neste teu jardim...
besos

Casa disse...

A essência: milhares de pétalas para uma gota óleo.

D'angelo disse...

Oi Talita. Muito obrigada pela sua visita ao meu blog.
Que bom vir aqui hein menina!!! Texto maravilhoso.
Vou te salvar nos meus favoritos..
Bjuuu
: )

Talita Prates disse...

Hugo, "nossa" diva! rs. Obrigada, viu.

Bia, querida, obrigada! Não: a gente não desiste!

'Cos, valeu pela dica.

Ah, Tiago, parece mesmo que sim. rs

Grata, Marina. É isso aí: encontrar-se por completo, passando por meio-termos provisórios, e necessários.

Talita Prates disse...

Dalva, que o tempo atue mesmo sempre a favor! Grata pela visita!

Franzé, obrigada! :) Volte sempre que quiser.

Valeu, Ira! Creio que não exista resposta definitiva para essa pergunta.

Ah, Adriana, obrigada! Fico honrada com teu comentário! :D

Nydia, obrigada, poetisa!

Re: obrigada bonita, obrigada! ADOREI esse "novo ano de dentro", adorei!

Obrigada, Marcelo! Obrigada por lerem minhas narrativas da viagem...

Lara, moça, muito obrigada!

Ni, tomara mesmo! A vida é angustiantemente boa!

Grata, Ricardo.

Líria, agradeço a retribuição. :)

Casa, sapientíssimo! Adorei!

D'angelo, muito obrigada. Fico honrada.

Estimados e queridos leitores, um bjo grande a todos! Obrigada pelo carinho sempre tão presente. :D

Renata de Aragão Lopes disse...

Amiga Talita,

há 27 anos,
uma essência lhe habita.
E você a recria
a cada minuto...

Parabéns não só pelo "dia mítico",
mas por sua maturidade,
estampada em todos os seus textos
- e especialmente neste:

"De todas as guerras,
a mais urgente é (...)
fazer a passagem (...)
da existência alienada
à liberdade responsável,
das pequenas respostas
às grandes perguntas."

O aniversário é seu,
mas o presente foi nosso! : )

Um abraço ENORME!

BAR DO BARDO disse...

Cheguei atrasado?...

Você é uma criação da Talita, viu!

Parabéns!

Úrsula Avner disse...

Parabéns Talita e muitas felicidades ! Bela postagem. Obrigada por seu carinho em meu cantinho. Bj.

Paulo Rogério disse...

"De todas as guerras, a mais urgente é vencer a si mesmo". Lindos versos os seus! Que tenhamos por um bom tempo a sua graça e companhia! Parabéns! Beijos.

Wania disse...

Talita nesta tua moc(idade) tens muita...
matur(idade)
Suav(idade) e
Sensibil(idade)
Lindo post... pura verdade!

Felic(idades) !!!!!

Um abraço bem apertado e o meu carinho pra ti neste teu dia,
Bjão

Felipe da Costa Marques disse...

Parabéns!

Bjos e Abs

Pedro Paulo disse...

"Nascer a toda hora." Tomara que isso não seja um mito em nossas vidas.

Parabéns Talita. Obrigado por nos contar essa gostosa e bonita história da sua alma...

=)

Talita Prates disse...

Re,
querida amiga que a blogosfera me trouxe,
muito obrigada!
Obrigada principalmente pela companhia sempre tão doce e agradável!

Henrique, hum... tu dizes...
Obrigada, então. :)

Úrsula, muito grata! É carinho merecido.

Paulo, eu quem agradeço a companhia e "paciência"... rsrsrs.

Wania, senti-me abraçada por tuas palavras! Recebo, sim, o carinho!

Grata, Felipe. :)

Tomara, Pedro, tomara! Eu quem agradeço...

Bjo a todos que compartilharam essa "data mítica" comigo! Bjo bjo bjo!

Adriana Godoy disse...

Que lindo, Talita. Essa idade tão boa, tão inspirada, tão cheia de vida. Parabéns pelo poema, por seu aniversário, pela poetisa que sobrevive. Desculpe o atraso. beijo.

Fabio Rocha disse...

Nossa, Talita, adorei a sua profundidade! Parabéns atrasado... Beijão

 
;