19 de ago de 2009

Das passagens


Ela temia que ele passasse, como os outros passaram.
"Amar é ficar", deduzia.
Porque ela é daquelas que se perde um pouco para cada um que passa. Por isso o medo: medo de ficar sem nada de si para si. Medo de se esgotar por tantas passagens.
Ela ainda tem muito o que aprender.
T. Prates


O que me atormenta é que tudo é 'por enquanto',
nada é ' sempre'.
Clarice Lispector

21 comentários:

Talita Prates disse...

Sim, eu já disse a ela!:
a vida é passagem, oras,
não tem que se perder, tem é que ganhar dos outros... não! não falo de tirar dos outros, mas de acrescentar através dos outros. Assim: de cada um que vai, você fica com o que é bom, entende?
Eu falo isso com conhecimento de causa, mas ó: o que a gente tem que passar sozinho nessa vida a gente passa, de nada vale conselho dos outros. Eu tive que cair tanto para aprender...
Veja bem: a gente se deixa roubar... e tem que aprender a não deixar, senão a gente esgota.
Espero que ela aprenda.
Espero que ele fique.

Julio César Carvalho disse...

Nossa!!!! uau!!! :-0
Demais!!
Tantas passagens, mtos vão... outros ficam; o que nos resta?
Se amar é ficar, ficamos, amamos, erramos, aprendemos. Cair e levantar coisas tão necessárias na vida, amadurecimento, crecismento; os tombos fazem parte.
Mtas coisas são semeadas, colhemos td, mas temos possibilidades de escolhas. O que é belo, bom e verdadeiro sempre permanece!!

Gde bjo!! Amo-te!!

Anônimo disse...

Os passageiros não me incomodam tanto quanto os cobradores.

Esses é que nada deixam e tudo nos leva.

Ricardo Valente disse...

Eqto. se tem a pessoa amada junto, se é dois. O segredo é ter prazer sem tempo.
Beijo!

A.S. disse...

Talita...

O medo é natural... mas ajuda na aprendizagem!
Quando se cai... limpa-se o ferimento e continuamos o caminho!
é assim na vida... e no amor!


Ternos beijos...

ParadoXos disse...

vim viajar-me nas tuas asas e dizer-te que é de voltar e voltar...

abraço muito fraterno!


heduardo

renata disse...

-
acho que o mais lindo é o que essas passagens agregam. e tão bonito quanto, é a certeza de saber que a essência fica, sempre.

bjos, doces!

Mahria disse...

"A vida é uma viagem. Pena eu estar só de passagem".

Mais é assim mesmo, tudo passagens.
Amar não é ficar. Amar é por enquanto, infelizmente...

Bjinhos!!!

Marjorie Bier disse...

Que lindo, Talita... passa, mas as boas recordações sempre ficam, feito gosto de anis no cantinho da boca.

Lara Amaral disse...

É, no começo, um buraco. Depois, o crescimento o preenche.

Tbm adoro seus comentários. É uma honra para mim te receber no meu blog. E também adoro estar por aqui.
Grande abraço, Talita.

Eloisa disse...

Muito bonito aqui, gostei.
Amar é ficar. Isso é certo. (=

beijo.

Mônica disse...

Como diria Renato Russo: "o pra sempre sempre acaba..."
Bjs

AC Rangel disse...

E este dar dela, este entregar, apaixonadamente, não tem qualquer valor?
Belíssima poesia, menina. Você me surpreendeu, fazendo com que eu descubra uma poeta interessante dentro de você. Que venha esta poesia e que me envolva em prazer e palavras...
Parabéns.

Renata de Aragão Lopes disse...

Texto MARAVILHOSO!
Largou a poesia
por um instante
e falou em prosa
com uma beleza ímpar!

Detalhe: eu AMO essa imagem!
Já cheguei a selecioná-la
para uma postagem
- que só não aconteceu
pelo fato de eu haver inscrito o poema
em um concurso literário.

Temos gostos
realmente semelhantes! : )
Um beijo.

BAR DO BARDO disse...

Algumas passagens devem ser eternas...
com amor.

Beijo, Talita!

Eduardo Martins disse...

Imagem é tudo e sede não nada... Bóia.

Lai Paiva disse...

Também me põe medo deixar tanto de mim no outro, que não me sobre quase nada... Muito bom este poema. Gostei demais!!! Bjs

lili disse...

Penso que quando é amor, nunca esgota, mas sim transborda. Amor é se doar, e doação implica perder, para ganhar. Espero que você ganhe muito, e assim transborde. :)
Paz no ♥,
Aline

marinaCavalcante disse...

Ao lê-lo, podia jurar que o tinha escrito.

Idéias, sentimentos, os meus anceios... os vi aí.

Um ótimo texto, realmente. Bjos!

Fernando R. Silva disse...

Agora entendo o primeiro texto.

Bom, tenho medo da repetição mais do que passe. Não tenho medo que passe, pois não terei mais aquilo que já tive.

Sempre achei balela isso de que perdemos um pouco pelos que passam por nós. Acredito piamente agora. Ela se foi e levou tudo de mim, tudo. Deixando só o coração, pois este estava quebrado.

Rafaela Figueiredo disse...

eu tava rindo; agora chorei com isto!

ai, que fase manteiga, gente! u_u
mas claro: o mérito é do texto lindo!

beijo, florinha
ETA!

 
;