15 de abr de 2010

Doa'mar


aproxi-

mar-
se
sem
medo
da
entrega
e ser-
vir
:
vir
a
ser
qual
o rio
que
serve
ao mar

amar: doar para inteirar-se (...)

t. prates

34 comentários:

Ju Blasina disse...

Posso dizer que amei o teu Doa'mar - especialmente por despedaçar-se no caminho e inteirar-se ao final ;) Lindo! Beijus

Mirse Maria disse...

Belo Demais, Talita!

Já passei por aqui tantas vezes e não vi aonde escrevia o comentário.

Beijos

Mirse

Rafa disse...

pororoca da vida, amada!
=)

beijo

Lara Amaral disse...

Linda imagem, genial sacada do título e poema sensacional!

Beijo.

disse...

Delícia de ler...
E a imagem... fala sozinha.

Beijo doce!

Marcelo Novaes disse...

Talita,



Fluente. Fluido.
Do Amar.

Sem dor, se possível.





Beijo.

Luana Gabriela disse...

Ai que lindo, aqui.

Acho que ainda não conhecia seu espaço. amei.

Bjos

Thiago Minnemann disse...

Taprates!
Minha seguidora mais poetisa e bonita! Gosto muito de seus textos!

Beijo, @filosofiaaulas

Caio Rudá disse...

Talita, já falei que te invejo?

Beijo.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Talita, que legal que se interessou e deixou um Haikai lá no Verseiro, fico agradecido...
Parabéns pelo seu blog, pela forma e pelo jeito que escreves..."ser igual ao rio que serve ao mar"...bonito isso...
Um abraço na alma...você fala de alma...imagens da alma...sentimentos...então te deixo...
Um abraço nela...em sua alma...bjo...manda mias um haikai se puder...dois por pessoa tá...valeuuuuu

sopro, vento, ventania disse...

Talita, querida,
eu vivo e venho e vejo o quanto você é maravilhosa. Um verdadeiro anjo. Fico até emocionada de ver o quanto você é sensível. Quanta coisa linda você tem escrito.
Aparecerei mais vezes. Ao menos tentarei.
Um beijo grande,
Cynthia

Assis Freitas disse...

servir-se das e as palavras, outra doação. abraço

pensar disse...

Oi querida,

Vir, vir a ser...
Tu ja es
E sempre seras
Todos somos, por debaixo da neblina
Bjs

Adriana Godoy disse...

Talita, bonito como o rio que serve ao mar. Beijo.

Cleyton Cabral disse...

Que lindooooooooooooo. beijins.

tonhOliveira disse...



Emaranhar-se!

be:)os!

Gaby Soncini disse...

Que Maravilhoso *__*

Geraldo de Barros disse...

eita poeta que sempre acerta no que diz, tô contigo e não largo =)

beijo,
G.

Talita Prates disse...

Ju, fico muito grata por tua visita, querida. Bjo!

*

Mirse, que ótimo que agora deu certo! Obrigada, viu? Bjo.

*

Rafa, simmm! Pensei na pororoca tb... kkkkkkkkk. Bjo.

*

Larinha, valeu mesmo! O bjo.

*

Fê, obrigada pela visita! Outro beijo doce. :)

*

Marcelo, será possível? rs. Bjo, amigo.

*

Luana, sinta-se à vontade! A casa é sua! Um bjo, e volte sempre. :)

*

Talita Prates disse...

Thiago, poxa, que gentil! Bjo grande.

*

Caio, só se for inveja "trocada". Bjo, psi! ;)

*

Elcio, se a minha alma proseou com a tua, então ela já fez história! Bjo!

*

Cy, que bom que deu notícias... Vc é MUITO querida. Bjo bjo.

*

Assis, outra doação necessária! Bjo.

*

Ma (pensar), gostei muito do que escrevee, querida... Bjo.

*

Adriana, grata! Bjo!

*

Cleyton, bonito! Bjinhos!

*

Tonho! Emaranhar-se! É isso ai! Bjo grande, obrigada pela visita.

*

Gaby, florzinha, que bom que gostou! Bjo grande.

*

Geraldo, olha quem fala! O que fala certeiro e com poucas palavras! Que bom te ter aqui! um bjo, viu.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que bonito, Talita!

Ainda hoje
- confesso -,
em uma mensagem de celular,
eu declarei amar
inteira...

E pensei,
na hora,
em escrever a respeito.

Coincidência, não? : )

Beijo
e parabéns duplamente:
conteúdo e diagramação!

Renata de Aragão Lopes disse...

Ops! Já escrevi! rs

[ rod ] ® disse...

Se doando-se inteiro já dói, pq limitar-se as doações em partes? Vai doer de qq forma... ou então aproveitar por completo. um bj poeta querida!

sopro, vento, ventania disse...

Talita, querida,
Dessa vez, passando por aqui, pra dizer que estou bem (tenho que...) e que espero que você também esteja.
um beijo,

BAR DO BARDO disse...

EU AMO!

J.F. de Souza disse...

(sem palavras.)

:*

Úrsula Avner disse...

Bela construção poética minha cara colega... Bj grande.

Talita Prates disse...

Bardo, amemos. Bjo e obrigada.

*

J.F., há poesia tb na ausência de palavras! E, principalmente: há SER! Um bjo.

*

Querida colega Úrsula, fico feliz que tenha gostado! Outro beijo grande. :)

A Moni. disse...

O dicionário ficaria bem mais completo se usasse teu poema e tuas definições para traduzir alguns verbetes.
Há coisas que a língua não justifica.
Apenas se sente!

Perfeito, Tá!

Beijos!

Julio César Carvalho disse...

Amar é doar-se e doar-se dói!
Porém... mal necessário!! Ninguém vive sem!!
Mto belo!!!

Gde bjo!!

Geraldo de Barros disse...

sem palavras, concordo plenamente

;)

beijo,
G.

nas entrelínguas disse...

ri
mar
ri
de
mim
que
não
sei
ri
mar

Sylvia Araujo disse...

Ai, ai, o que dizer além do que já senti?

Angela disse...

Menina! amodoro seu jogo de palavras! parabéns! ^^ @angiepsi

 
;