19 de jul de 2011

Da morad(ia)


onde já não estarei
no momento segundo
em que teus olhos mudarem de
                                         verso
- também não estou .
só assim para (eu) me encontrar
: procure-me no caminho.

t. prates

Imagem: Troche

15 comentários:

Carina B. disse...

Quando penso ter me encontrado, já me perdi. Onde penso estar perdida, lá é onde estou.
Seguir o caminho - sem saber - é o máximo que podemos almejar.


Tão bom quando não consigo escrever, venho aqui, e me vejo lindamente escrita por ti.
:)

Um beijo.

Sandrio cândido. disse...

Talita
Uma verdade, a travessia é nesta em que podemos nos encontrar.
abraços

Andressa disse...

enquanto há procura, não chego.

MIRZE disse...

LINDO, Talita!

Sempre penso assim!

Beijos

Mirze

Linguagem e Poesia - Bruno de Andrade disse...

A pergunta que te faço é: em qual caminho? Há muitos, não? Se nos resta o caminho, qual é este caminho?

Adorei o poema!
Parabéns!
Beijos!

Fabrício Franco disse...

Poetisa,

Como disse a Carina, é tão bom ler aqui o que não conseguimos escrever. Trilhar nossa rota, eis o que de melhor podemos fazer de nossas vidas, tão errantes. Andarilhos por natureza, deambulemos. :)

Beijo!

Kenia Cris disse...

Se te encontro no caminho, eu mesma paro de procurar o fim da estrada. <3

Poeta da Colina disse...

E não fiquem esperando olhar para trás.

Rafaela Figueiredo disse...

caminho é o que leva e traz:
mar, lembrança, ar, tempo...

a palavra é o caminho do pensamento.

beijo, amoralinda!

Michele disse...

Olá. Adorei aqui. Já estou seguindo.

Te convido para interagir no Blog da Michele
http://michele-dos-santos.blogspot.com/

Amantes do Direito
http://blog-amantesdodireito.blogspot.com/

Juliana Alves disse...

Oii, vi seu texto lá no Mar Íntimo e vim conhecer seu blog.. Maravilhoso aqui, vc escreve muito bem, lindos textos! Já estou seguindo! Bjs !=*

Janaína de Souza Roberto disse...

Isso é liberdade! Ter a escolha de estar ou não, onde e quando quisermos.

Poesia Cibernetica (Berg) disse...

Escolhi esse blog...abraços

Priscila Lopes disse...

Muito bom este!!!








Já leu o poeta Ricardo Aleixo? é uma boa fonte de inspiração.

Renata de Aragão Lopes disse...

Ainda bem que caminhamos
lado a lado! : )

Muito bom vir aqui.

Beijo,

 
;