9 de out de 2011

Do haicai ôntico


o Homem
- esse ser que pensa,
esse ser que passa.


t. prates


Imagem: Le Penseur, de Rodin. Imagem original daqui, editada por mim.

17 comentários:

Carina B. disse...

mulher
esse ser que pensa,
esse ser que para.

E que nós deixemos passar, amém.

Fabrício Franco disse...

poetisa:
essa que redige
o que apenas cogitamos.

Denison Mendes disse...

eu humano, aplaudo.

Ana SS disse...

Mulher,

esse ser que pena
esse ser que pluma

Marcela disse...

e enfim...tudo passa mesmo...
bjos

Patrícia ♥ disse...

Que lindo aqui *--*
eu super adorei

estou seguindo..
retribui??

beijos
http://momentosdapathy.blogspot.com
http://pathyoliver.blogspot.com

MIRZE disse...

LINDO, TALITA!

Desejo que você sempre pense,
e FIQUE!

Beijos

Mirze

Adriana Godoy disse...

Ei, Talita...hoje finalmente pude atualizar minha leitura. Seu espaço cada vez melhor. Gosto demais de seus poemas. Beijo

Adriana Karnal disse...

passa,passa-rá. Talita, saudades dos teus poemas...

Maíra Cintra disse...

Achei seu blog pelo seu fece e vc achei pelos amigos em comum!
Parabéns, vc escreve muito bem, adorei seu blog. Estou seguindo.
Tenho um cantinho e ficaria feliz que conhecesse: mairacintra.blogspot.com
Beijo

Andressa C. disse...

que pensa que passa.

NOEMI disse...

PENSO LOGO EXISTO!!!ABRAÇOS

Paulo Rogério disse...

Esse ser que inspira...

Michele Santti disse...

Tarefa difícil esse mês. Vou ter que escolher uma escrita dentre as muitas belas no meu vicinal. Então, quem sabe você poderia me ajudar e enviar para o e-mail ‘michelesantti@gmail.com’ o teu fragmento predileto.
Fiquei lisonjeada quando o querido QUIM postou minha escrita em seu blog. Assim, decidi adotar a ideia e de uma forma honrosa, postar os autores mais próximos: os blogueiros, meus colegas avatares.
Não esquece de assinar o e-mail com o nome do seu Blog.
Beijos e ótima semana,
Mih

ft disse...

o homem uva
o homem passa

infame, eu sei, mas inevitável...rs

abraço,
ft.

Rafaela Gomes Figueiredo disse...

saudade daqui!

(L)

Renata de Aragão Lopes disse...

[esse ser que pensa que passa]

beijoca,
doce de lira

 
;