15 de jun de 2010

Do pecado maior


certos caminhos exigem involução
: escolhê-los é pecar contra si mesmo
(o que o deus não perdoa)
.

t. prates


Ah, e tudo isso eu não quero! Odeio o que consegui ver.
Não quero esse mundo feito de coisa! Não quero.
Mas não posso me impedir de me sentir toda ampliada dentro de mim
pela pobreza do opaco e do neutro: a coisa é viva como ervas.
E se isso é o inferno, é o próprio paraíso: a escolha é minha.
Eu é que serei demoníaca ou anjo;
se eu for demoníaca, este é o inferno;
se eu for anjo, este é o paraíso.
Ah, envio meu anjo para aparelhar o caminho diante de mim.
Não, não o meu anjo: mas a minha humanidade e sua misericórdia.
[Clarice, A paixão segundo G.H.]


Imagem daqui.


25 comentários:

Nydia Bonetti disse...

há caminhos que definitivamente não são nossos...

[ rod ] ® disse...

É preciso reduzir o passo para no avanço de um compasso o 'perdão' (se há perdão) posso existir.

Bjs poeta!

Mirze Souza disse...

Perfeito, Talita!

Há sempre diferentes caminhos. Seguir ou não.

Belo o texto da Clarice!

Beijos

Mirze

Priscila Rôde disse...

Escolher é sempre o mais difícil, ser o certo ou não é o que menos importa...

Adorei!

Lara Amaral disse...

Gostei do seu aforismo e da citação, Talita, impecáveis.

Beijo.

Mahria disse...

Já escolhi caminhos pecando contra mim mesma, no entanto Deus tem relevado...


Beijos
Mah

Marcello disse...

Talita...

Alguns caminhos realmente transformam-se em pecados contra nós mesmos, mas o importante é saber perdoar.

Gosto muito das suas palavras.

Zélia Guardiano disse...

Talita
Cheguei aqui por uma fresta aberta pela nossa querida Lara, e me encantei.
Tudo lindo!
Voltarei sempre...
Grande abraço!

Adriana Godoy disse...

Beleza, Talita. Li os poemas que não tinha lido e, realmente,estão muito bons e belos. Beijo.

Renata de Aragão Lopes disse...

Somos, afinal,
o produto de nossas escolhas.

Pecadores
em maior ou menor grau.

Lindo poemeto, querida!
Você e Clarice
parecem amigas íntimas! : )

Beijo,
doce de lira

José Carlos Brandão disse...

É a luta de Jacó contra o anjo. A eterna luta do homem contra Deus. O homem contra si mesmo. Sempre demasiado humano.
Um beijo.

Marcelo Novaes disse...

Talita,




Disseste bem.


:)



Beijo.

Ribeiro Pedreira disse...

versos leves de profundeza filosófica encontrei por aqui.
não há outro jeito
senão seguir.

Valéria Sorohan disse...

O blog aqui é um encanto!

BeijooO*

Moni. disse...

Isso é questão de sobrevivência!

Tanto em tão pouco, Tá...
Amei,amei...só pra variar...

Beijos!

André Limaxxx disse...

Clarice im-pecável ! Sempre!

J.F. de Souza disse...

e quando andamos para trás, mas só por estarmos perdidos, desorientados?

Marcelo Zaniolo disse...

Com certeza!

A evolução infelizmente não se encontra em todos os passos que damos.

Parabéns, Talita.
Beijo

Lunna Guedes disse...

Acredito que o melhor da vida são as descobertas, aquelas que nos permitem um sorriso e nos apontam um novo caminho e cá estou eu a ler-te, é como apertar as mãos e saber mais de ti. E se Clarice está por aqui, já sinto-me em casa. Posso puxar a cadeira e pedir uma xícara de chá? Eu trago o bolo...
Bacio

Noslen ed azuos disse...

...ouço The Crypt do álbum 'The Castle' de Changing images, combinou muito com seu blog “que leio”, vou acender um incenso para completar o clima de harmonia.

ns

renata carneiro disse...

evoluir por dentro é lindo.

um beijo, tatá!

Canteiro Pessoal disse...

Talita. Seu cantinho é delicioso, cativador.

O que dizer sobre a citação? Simplesmente, divina. Lispector, minha escritora confidente.

Abraços.

Priscila Cáliga

Adriana Karnal disse...

nã, deus não perdoa...Clarice é tão pética no romance...

Aline Ahmad disse...

O seu blog é uma viagem sensorial. E na magia da viagem as suas palavras me fazem companhia...

Parabéns!

Aline***

Sylvia Araujo disse...

É bem dentro que acontece o melhor e maior dos encontros. É lá o pecado e a redenção - do jeitinho que nos aprouver.

Ah, Clarice... ela me deixa bêbada.

Beijoca

 
;