30 de jan de 2009 4 Declarações de outras almas

Dai-me Luz


"Por onde vou guiar o olhar que não enxerga mais?
Dá-me luz, ó Deus do tempo!
Dá-me luz, ó Deus do tempo!
Nesse momento menor pr'eu saber seu redor.
A gente quer ver Horizonte distante..."
(Marcelo Camelo)
27 de jan de 2009 4 Declarações de outras almas

Movimento

Não tenho medo de ir devagar, tenho medo de ficar parado.



Dedico ao Mateus Granza! ;)
24 de jan de 2009 1 Declarações de outras almas

Liberdade vs Destino


"Chamo liberdade à minha ignorância do destino;
e destino ao meu ignorar da liberdade."
Agostinho da Silva
22 de jan de 2009 0 Declarações de outras almas

SIMULTANEIDADE


- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.
(Maria Quintana)
20 de jan de 2009 0 Declarações de outras almas

Beijo Cantado



"Meus lábios só cantam quando não podem beijar.

Mas quando eu beijo o teu canto,
tu escutas o meu canto nesse beijo,
no meu beijo, teu encanto,
na volúpia de uma carícia
só tua! (...)"
João S. Martins


Para Di.

16 de jan de 2009 0 Declarações de outras almas

Efeito borboleta*


Se em certa altura
Tivesse voltado para a esquerda em vez de para a direita;

Se em certo momento

Tivesse dito sim em vez de não, ou não em vez de sim;

Se em certa conversa

Tivesse tido as frases que só agora, no meio-sono, elaboro —

Se tudo isso tivesse sido assim,

Seria outro hoje, e talvez o universo inteiro
Seria insensivelmente levado a ser outro também.

(Fernando Pessoa,
Na noite terrível)

* Não é o título do poema...
0 Declarações de outras almas

Aceitação






É mais fácil pousar o ouvido nas nuvens e sentir passar as estrelas,

do que prendê-lo à terra e alcançar o rumor dos teus passos.

É mais fácil, também, debruçar os olhos nos oceanos e assistir, lá no fundo,

ao nascimento mudo das formas,
que desejar que apareças,
criando com teu simples gesto o sinal de uma eterna esperança.

Não me interessam mais nem as estrelas,

nem as formas do mar, nem tu.

Desenrolei de dentro do tempo a minha canção:

não tenho inveja às cigarras:

também vou morrer de cantar.

(Cecília Meirelles)
15 de jan de 2009 2 Declarações de outras almas

Era uma vez uma outra vez


"Era uma vez uma menina que foi atravessar a rua movimentada e, ainda que com medo, chegou à outra calçada. A loja de doces estava fechada, mas agora ela sabia como chegar. E foi feliz..." (T. Prates)
1 Declarações de outras almas

Era uma vez


"Era uma vez uma menina que ganhou um relógio,
e descobriu que os ponteiros nunca andavam para trás..."
(T. Prates)

14 de jan de 2009 0 Declarações de outras almas

Remorso


"Há noites que eu não posso dormir de remorso
por tudo o que eu deixei de cometer." (M. Quintana)
 
;